Existem apoios para empresas destinados à aquisição de equipamentos de proteção individual e higienização?

Você está aqui:
< Todos os tópicos

Foram implementadas novas medidas de apoio que contemplam a comparticipação, a fundo perdido, de 85% dos custos com a aquisição de equipamento de proteção individual e higienização, bem como de 70% das despesas com a adaptação dos estabelecimentos com vista à sua reabertura e retoma da atividade.

O Programa de Apoio à Adaptação das Empresas ao contexto da COVID-19 visa o apoio financeiro a fundo perdido de 85% de despesas entre 500 e 5.000 euros de projetos que satisfaçam o cumprimento das condições indicadas pela autoridade de saúde para a retoma da atividade, destinando-se às micro e pequenas empresas e às cooperativas.

Cada empresa pode apresentar uma candidatura por estabelecimento, sendo admitido, no caso de um empresário que explore diversos estabelecimentos, um valor máximo de investimento elegível de 15 mil euros.

São elegíveis as despesas realizadas desde 18 de março com vista à instalação de barreiras de proteção, entre outros equipamentos de moderação e distanciamento físico, reorganização e adaptação de locais de trabalho, bem como à aquisição de dispositivos, equipamentos de proteção individual, nomeadamente máscaras, luvas, viseiras, entre outros.

A este novo apoio, as empresas podem apresentar três pedidos de pagamento, correspondendo a 40% da despesa elegível para cada pedido intercalar e 20% no caso do pedido final, sendo que, no caso dos intercalares, os pedidos podem ser efetuados na modalidade de adiantamento contra a apresentação de faturas.

As candidaturas a esta nova medida extraordinária estão disponíveis até 30 de setembro, sendo que a sua apresentação deve ser efetuada através de formulário eletrónico, disponível na página da Direção Regional de Apoio ao Investimento e à Competitividade na Internet.

Translate »